Facebook

Twitter

Google Plus

YouTube

Presidente da República recebeu em audiência, uma delegação dos trabalhadores do Novo Banco

image

O Presidente da República recebeu, em audiência, na manhã de 14 de março de 2017, uma delegação dos trabalhadores do Novo Banco, encabeçado pela senhora Ivanilda Cruz.

 

Assumindo a posição de porta-voz dos trabalhadores, Ivanilda Cruz informou ao Presidente da República a razão do pedido de audiência que, segundo ela, “prende-se com a necessidade de informar o Chefe de Estado, a actual situação dos trabalhadores do Novo Banco” e pedir a sua intervenção no sentido de lhes ajudar a encontrar uma solução, a mais razoável, para os sessenta trabalhadores dessa instituição financeira que vai fechar as portas.

 

Segundo a porta-voz, foram “pegos de surpresa com a notícia do fecho do Novo Banco”, e querem ver até onde a voz do senhor Presidente pode lhes ajudar naquilo que são os seus intentos. “O que queremos é a continuidade dos postos de trabalho porque é o nosso sustento”, informou.

 

Conforme adiantaram ao Presidente da República, querem um enquadramento possível “em outros serviços ou na Caixa Económica de Cabo Verde (CECV) que é para onde foram transferidos a maioria parte dos activos e dos passivos do Novo Banco”.

 

Informou, também, que o Novo banco tem sessenta trabalhadores, cerca de setenta porcento mulheres jovens, a maior parte, pessoas com licenciatura, pós-graduação e mestrado e com muita experiência na banca, sendo muitos funcionários recrutados de outros bancos da praça que, “pensamos que podem ser perfeitamente enquadradas no negócio da caixa”, reiterou Ivanilda Cruz.

O Presidente da República quis saber qual a alternativa que esses trabalhadores propõem ao Governo, disse que devem adoptar o diálogo como ferramenta fundamental para essa negociação e que é preciso serenidade para chegar à melhor solução para todos esses trabalhadores. Comprometeu-se a influenciar junto do governo para que haja melhor solução

Welcome 200GBP Bonus at Bet365 here.