Facebook

Twitter

Google Plus

YouTube

  • → Dados Pessoais | Formação Académica | Actividades Profissionais +

    RocketTheme

    Lígia Dias Fonseca é uma mulher com muitas actividades, sempre envolvida em causas sociais, permanentemente ligada ao Direito, buscando a realização da Justiça e pela defesa dos valores do Estado de Direito Democrático, mas que se assume, acima de tudo, como mãe. Tem de uma filha nascida em 2003 e que responde pelo nome de Rita Jorge.

    Nasceu em Moçambique, na cidade da Beira, a 24 de Agosto de 1963. É a segunda filha do casal Canta Dias e Máximo Dias, advogado e político.

    Licenciou-se em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL), no ano de 1987. É nesta instituição de ensino superior que conhece Jorge Carlos Fonseca, com quem se casa no ano de 1989, partindo, de seguida, para Macau.

    Em Macau trabalhou no sector público, na área de preparação de processos legislativos, tendo exercido funções de técnica do Gabinete dos Assuntos Jurídicos, no ano de 1989, e de técnica do Gabinete para a Modernização Legislativa, no ano de 1990.

    Desde 1991 que vem exercendo a advocacia na cidade da Praia. Foi a primeira Bastonária da Ordem dos Advogados de Cabo Verde, função para que foi eleita pelos seus pares em 2001 e que exerceu até 2004.

    Participou da elaboração de alguns dos mais importantes e estruturantes diplomas jurídicos de Cabo Verde, como, por exemplo, o Código das Empresas Comerciais (1999), o Código do Mercado de Valores Mobiliários (2012), o Código Penal (2003) e a Lei dos Portos (2009).

    Lígia Fonseca é co-autora do "Guia dos Direitos da Mulher", ICF, Praia (1997) e tem vários artigos publicados em revistas e jornais de Cabo Verde.

  • → Pertença a Organizações da Sociedade | Actividades de Cariz Social +

    RocketTheme

    Lígia Dias da Fonseca é membro fundador de diversas Associações, destacando-se a Associação Cabo-verdiana das mulheres Juristas (AMJ), Associação para o Desenvolvimento e Solidariedade Zé Moniz (AZM) e Fundação Direito e Justiça (FDJ).

    Integrou a equipa que coordenou o processo de criação e instalação do primeiro estabelecimento de ensino superior a ministrar, em Cabo Verde, a licenciatura em Direito – o Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais (ISCJS).

    Os direitos humanos e os desafios que as famílias e os jovens enfrentam no mundo actual sempre fizeram parte da sua agenda de actividades, tendo ganho um élan novo desde que o marido, Jorge Carlos Fonseca, assumiu as suas actuais funções de Presidente da República. São permanentes e insistentes os apelos que faz para que os jovens invistam na sua formação, exerçam a sua cidadania e assumam que são uma força determinante na transformação do país.

    Mas os mais pequenos também estão muito presentes nas diversas iniciativas desenvolvidas pela Primeira-dama que se preocupa em proporcionar às crianças do país o acesso a oportunidades que muitas vezes ficam longe de algumas delas, em razão de condições económicas, lugar de residência ou falta de infra-estruturas, entre outras.

    Por estes motivos, o primeiro projecto que abraçou foi o de ser Madrinha de Honra das Aldeias SOS de Cabo Verde . Na mesma linha de intervenção, ajudou a criar a Colmeia – Associação de pais e amigos de crianças e jovens com necessidades especiais.

    Lígia Dias Fonseca manteve o seu compromisso com a advocacia, profissão que continua a exercer, repartindo o seu tempo entre as tarefas de promoção e apoio das várias organizações da sociedade civil que solicitam o seu apoio e as de advogada e confidente, atenta e preocupada, dos cabo-verdianos e das cabo-verdianas que a procuram na expectativa de uma intervenção ou de simples aconselhamento.

    Enquanto Primeira-dama do país, diz que gostaria de ser recordada como uma mulher que esteve sempre próxima das pessoas.

  • 1
Welcome 200GBP Bonus at Bet365 here.